Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

Rating: 2.4/5 (9 votos)

ONLINE
1

DOM ALBERTO: MEC Nº 247 de 22/03/2018 Publicada no D.O.U dia 22/03/2018.

FAVENI: Nº 2378, de 22 de agosto de 2002, Recredenciada pela Portaria nº 780, de 26 de junho de 2017 e credenciada pela portaria EAD: Portaria MEC Nº 1.010 de 20 de maio de 2019.

FACULDADE FUTURA: MEC Nº: 623 do dia 22 de julho de 2014. A mesma é devidamente recredenciada pelo MEC através da portaria n. º 868 de 12 de agosto de 2016.

ACB- ACADEMIA CIENTÍFICA DO BRASIL - CNPJ: 14.746.708/0001-09; Aprovado pela Instrução Normativa RFB nº 1.183, de 19 de agosto de 2011.

 

LIVRARIA JDSO CLIQUE AQUI

 

 

 


A COVID-19 E CONSEQUÊNCIA

COVID-19 é o nome dado a uma doença causada por um vírus descoberto em 1937, mas, sendo denominado como “Coronavirus” em 1965, que sofreu resistências aos seus respectivos antídotos, chamando assim “Novo Coronavirus”. E devido a publicação das autoridades chinesas em 31/12/2019 de sua catastrófica contaminação, daí o nome COVID-19.

O surto se expandiu na região de Wuhan, cidade chinesa, contaminando milhares de pessoas e levando centenas delas ao óbito. Como epidemia, esse mal contamina 81.903 pessoas, em toda a China, das quais, 3.260 foram dizimadas, até 25/03/2020. E como pandemia, a doença infecta 435.066 pessoas, e ceifando a vida de 19.625 delas, em todo o mundo, até a presente data.

Assim como as autoridades mundiais, as brasileiras também ordenam à população que: fique em casa; caso saia, que fique no máximo um metro distante um dos outros; lavem constantemente as mãos, com água e sabão; use o álcool em gel; ao tossir, ou a espirar, tampe a boca com curvatura do braço; e etc.. Com intuito de dificultar a rápida e assustadora propagação do vírus. O avanço da contaminação é tão grande, de maneira, que é demonstrado através de Gráfico de Função Exponencial.

Os sintomas do COVID-19 são: febre, tosse, coriza, fraqueza, dificuldade para respirar, perda do olfato, dor na garganta e no corpo. Lembrando de que, nem todas as vítimas sofrem todos esses indícios ao mesmo tempo. No caso de pessoas novas, sadias e com a imunidade boa “às vezes” o Coronavirus apresenta como um simples resfriado. Mas, todavia, alas são como uma bomba relógio aos idosos e às pessoas portadoras de doenças crônicas, especialmente, as respiratórias. Muita coisa ainda não se sabe sobre a pandemia, iniciando pela a sua cura.

Muitas fronteiras entre países foram fechadas. Várias atividades trabalhistas foram proibidas. E em nome da vida, as populações mundiais estar a um passo de uma grave crise social. Os povos não sabem se preocupam mais com a vida dos seus idosos, como: pais, mães, avôs, avós, tios e outros parentes; ou se preocupam com a sobrevivência de todos, devido a um suposto colapso econômico. É de cortar o coração. Alguns repórteres resumem o episódio como “Senário Apocalíptico”.

Essa medida “Fique em casa” foi chamada mundialmente de “Quarentena”. Fator que para muitos é o cúmulo devido ser imprescindível que todos fiquem reclusos em seus próprios lares. Há milhares de famílias com grande número de membros que reside em uma pequena residência. Com as escolas fechadas. Então, como conter várias crianças em um local apertado, por tempo indeterminado? Há tantas moradias que nem tem quintal. Nesse particular, as famílias ricas estavam tranquilas. Com isso, mesmo com as estratégias das autoridades, o desespero mundial é nítido.

 As atividades permitidas no Brasil são: Farmacêuticas, Hospitalares, Supermercados, Açougues, Mercados, Transportes de Cargas, Agrícolas e Produções de Energias.  Nesse caso, as pessoas podem sair para trabalharem. As demais, só saem para comprar algo. Os idosos, com mais de 60 anos, não podem sair. Mesmo que nem todos cumprem rigorosamente as respectivas regras.

Mas, no meu caso, resta: a pena pelos que morreram, os que estão morrendo e os hão de morrer; a preocupação pelos contaminados, os contaminando e os que hão de contaminar; e a preocupação por uma possível grave crise mundial. Porque, a quarentena para mim não é muito problema.

Há muitos anos que eu sou escritor, com mais de trinta títulos. Estou com três obras literárias em construção. Ultimamente, eu mesmo faço as correções de meus trabalhos.  Mesmo não achando isso adequado. Atuo também como professor de EAD. Estudo três cursos EAD. Portanto, em minha casa, ocorre mais de oitenta por cento de minhas atividades.

Como Janaubense, presenciei e escrevi a tragédia da Creche Gente Inocente, onde 14 pessoas morreram queimadas, sendo 10 crianças e 4 adultos. Porém, essa pandemia do COVID-19 me deixou tão constrangido, de maneira que a minha inspiração, para escrever, foi prejudicada. Mas, com a proposta de escrever esta “Crônica” estou escrevendo.

Contudo, nessa quarentena eu: fico estudando (estudo: matemática e física); corrijo umas obras em construção; leciono e tiro as dúvidas de alunos através da mídia. Além disso, converso muito com a minha esposa; brinco e cuido dos cachorros.

Nesse tempo de quarentena é de suma importância procurar-se uma atividade que faça em casa. Os cursos EAD é uma boa opção. Onde o candidato possa estudar capacitações profissionais (até mesmo gratuitas), ou fazer um curso técnico, graduação ou pós-graduação. Com belas apostilas e o aluno, repete o vídeo do professor, quantas vezes precisar, até aprender. É muito bom, a pessoa querendo, aprende mesmo. Depois ele recebe um certificado, ou um diploma, podendo ser, até mesmo, igual ao presencial. Outras opções são: ler livros, escrever, jogar e etc. E quando esse tempo de provação passar, a pessoa possa está muito mais forte do que era antes.

 

 por: João Domingos Soares de Oliveira, 26/03/2020